Menu

Abelhas entendem o conceito do “zero”. E o que entendemos disso?

E o que é zero, afinal?

Treinamento de abelhas para conceitos numéricos (Revista Science)
Publicado em 11 de junho de 2018 às 15:44 Compartilhar:

“Tem sido dito que o desenvolvimento de uma compreensão do zero pela sociedade iniciou um grande avanço intelectual em humanos, e pensamos que somos únicos neste entendimento. Embora pesquisas recentes tenham mostrado que alguns outros vertebrados entendem o conceito de “conjunto vazio”, Howard et al. agora mostra que uma compreensão deste conceito está presente em abelhas não treinadas [...] Este achado sugere que tal entendimento evoluiu independentemente em espécies distantes que lidam com a complexidade em seus ambientes, e que pode ser mais difundido do que o anteriormente apreciado”. – Do artigo: Numerical ordering of zero in honey bees

Em matéria do The New York Times (NYT), intitulada “As abelhas sabem nada?” (Do bees know nothing?), um trocadilho de conceitos apresenta a pesquisa publicada na quinta-feira, 6, na Revista Science, que demonstra o entendimento das abelhas sobre o conceito de zero. Os insetos foram treinados individualmente para os conceitos numéricos de “maior que” ou “menor que”, mas, sem treinamento para tal, algumas chegaram a reconhecer o chamado “conjunto vazio”, que na teoria dos conjuntos é o único que não apresenta elementos.

Treinamento de abelhas para conceitos numéricos (Revista Science)

Treinamento de abelhas para conceitos numéricos (Revista Science)

Treinamento de abelhas para os conceitos numéricos

Os pesquisadores Scarlett Howard e Adrian Dyer, da Universidade RMIT, em Melbourne, e seus colegas, treinaram abelhas para pousar em dispositivos visuais para uma recompensa. Algumas eram recompensadas se pousassem nos dispositivos com mais formas, como quadrados ou círculos, e algumas se aterrissassem nos dispositivos com menos formas. As formas eram de tamanhos diferentes e telas com números variados eram penduradas em uma roda, colocada em lugares diversos para evitar “pistas espaciais”.

Então, os pesquisadores adicionaram um dispositivo sem formas. As abelhas treinadas para aterrissar em uma tela com menos formas pousaram no chamado “conjunto vazio”, a exibição de nada, a carta zero, demonstrando que, de algum modo, compreendem o conceito, evidenciando uma alta habilidade habilidade cognitiva.

E o que nós entendemos? – NYT

De volta à matéria do NYT, o trocadilho chama atenção do leitor para o que nós, humanos, entendemos sobre a palavra “entender” e qual o nosso conceito do que significa “conceito”. Como definimos que as abelhas entendem nada, ou que nós entendemos o conjunto vazio, também o nada, mas de uma forma que elas talvez ainda não entendem. E o que é zero, afinal?

Bem, mais alguns enigmas da vida para resolvermos.

Compartilhar: