Menu

Banco Mundial e Caixa criam fundo de US$ 776 milhões para eficiência energética e iluminação pública

Projetos de eficiência energética e iluminação pública serão financiadas pelo Banco Mundial e Caixa Econômica Federal

aaaaa
Publicado em 4 de maio de 2018 às 13:51 Compartilhar:

Via Brasil Energia 

O Banco Mundial e a Caixa Econômica Federal vão financiar projetos de eficiência energética e iluminação pública. As instituições assinaram um acordo para a criação de um fundo para investimento em projetos de iluminação pública, especialmente PPPs, e de eficiência energética industrial, no valor de US$ 776 milhões (R$ 2,719 bilhões, no câmbio desta segunda-feira, 30/4).

O fundo será composto por recursos do Green Climate Fund, no valor de R$ US$ 196 milhões, US$ 180 milhões pela Caixa, e aportes de bancos privados nacionais no valor estimado de US$ 400 milhões. A criação do fundo prevê a contratação, pela Caixa, de uma linha de crédito contingencial do Banco Mundial de US$ 200 milhões, para a criação de um instrumento financeiro, a fim de fomentar o financiamento com os recursos de bancos privados nacionais.

O fundo é parte do projeto FinBrazeec (Instrumentos de Financiamento para Cidades Energeticamente Eficientes no Brasil), criado para alavancar o financiamento de projetos de eficiência energética. Na semana passada, durante o evento de lançamento da Associação Brasileira de Concessionárias de Iluminação Pública (Abcip), o especialista em Energia e Financiamento Climático do Banco Mundial, Javier Freire, afirmou que o FinBrazeec já aprovou R$ 200 milhões para emprestar a empresas que participam de PPPs de iluminação pública.

Já o BNDES deve ajudar a estruturar entre 10 e 15 projetos nos próximos dois anos. Pelo menos de cinco a dez cidades devem contar com os recursos. A previsão da Abcip é de que sejam investidos R$ 26,5 bilhões nos próximos 15 anos, de acordo com o presidente da associação, Eduardo Gurevich.

Compartilhar: