Menu

BNDES aprova financiamento para usina alimentada com casca de arroz

Casca de arroz será utilizada como matéria-prima para geração de energia de usina termelétrica

arroz
Publicado em 12 de julho de 2017 às 14:36 Compartilhar:

Via Valor
Por Camila Souza Ramos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a concessão de um financiamento de R$ 35,3 milhões para a implantação de uma usina termelétrica alimentada com biomassa no Rio Grande do Sul, que utilizará casca de arroz como matéria-prima para geração de energia.

A Usina Termelétrica de São Sepé já começou a ser construída em julho do ano passado pela Sepé Geração de Energia, controlada pela Cooperativa Regional de Eletrificação Rural do Alto Uruguai (Creral). Está localizada no município de São Sepé e é uma das obras do PAC.

A empresa foi uma das vencedoras do leilão de energia A-3 realizado em 2015 e o início das operações comerciais está previsto para janeiro do ano que vem.

O financiamento será liberado de forma indireta, pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Com um investimento total de R$ 48,6 milhões, a unidade terá potência instalada de 8 megawatts (MW), suficiente para atender cerca de 30.726 domicílios. Para produzir energia, a usina utilizará quase 71 mil toneladas de casca de arroz.

Esta será a quinta usina da Creral, sendo a primeira termoelétrica. A unidade mais recente é a de Santa Carolina, que entrou em operação em maio de 2016.

Compartilhar: