Menu

Conexões entre negócios comunitários sustentáveis – Oficina realizada em Cuiabá reúne mais de 20 organizações

Um dos destaques foi a diversidade dos grupos sociais que participaram, entre indígenas, quilombolas, assentados e famílias pantaneiras

Oficina de Negócios Comunitários Sustentáveis - Foto Sernon Nonres
Publicado em 10 de setembro de 2018 às 14:35 Compartilhar:

A Oficina de Negócios Comunitários Sustentáveis reuniu 22 organizações no mês de agosto em Cuiabá, Mato Grosso, com o objetivo de promover a troca de conhecimento entre elas, para potencializar o crescimento dessas iniciativas e sua contribuição socioambiental. Estiveram presentes cooperativas e associações de produtores e extrativistas formadas por indígenas, quilombolas, assentados e famílias pantaneiras. A oficina foi realizada pela Conexsus – Instituto Conexões Sustentáveis, criadora do Desafio Conexsus, no qual colaboram entidades de todo o Brasil, entre elas a Ecoa.

Conhecer melhor os negócios comunitários sustentáveis e sua visão de futuro foram essenciais para identificar capacidades de desenvolvimento e os principais desafios, que se referem às estratégias de comercialização e ao próprio processo produtivo. Entre as propostas, foi debatido o trabalho em rede como uma alternativa para sustentabilidade dos negócios comunitários. Em outras palavras, estabelecer conexões entre os grupos. E como ressaltado pela equipe da Conexsus, estabelecer também as conexões com políticas públicas que visam o desenvolvimento sustentável e socioeconômico local.

Além disso, as conexões territoriais. Este ano, a Ecoa realiza o levantamento de territórios extrativistas para a formação do corredor Cerrado-Pantanal. A conexão destes territórios celebra os meios de vida sustentáveis, em localidades onde já são encontrados grupos produtores de mel, extrativistas de Baru, Bocaiuva, Laranjinha-de-Pacu, entre outros frutos nativos e os produtos derivados. Grupos que foram representados na oficina em Cuiabá como o Centro de Produção, Pesquisa e Capacitação do Cerrado (Ceppec) e a Rede de Mulheres Produtoras do Cerrado e Pantanal (CerraPan).

Sobre o Desafio Conexsus 2018

A oficina compõe um ciclo de oficinas que teve início em junho, em Belém (PA), e deve ser replicada em mais 11 cidades até outubro. Os mais de mil negócios cadastrados no Desafio compõem o Mapa e o Panorama de Negócios Comunitários Sustentáveis no Brasil. O cadastro permanece aberto para organizações interessadas, que poderão participar de oportunidades futuras, bem como integrar a rede em formação.

De acordo com a Conexsus, “uma das expectativas é que estes empreendimentos, os parceiros cocriadores da iniciativa e outras organizações que compõem o ecossistema de negócios comunitários sustentáveis tornem-se uma rede ativa de fomento ao desenvolvimento sustentável, com a possibilidade de atrair e criar outras oportunidades além das já previstas no Desafio Conexsus 2018”.

Após a realização das oficinas, 70 organizações serão convidadas a participar do Ciclo de Desenvolvimento de Negócios Comunitários Sustentáveis, que conta com uma jornada de aceleração, oficinas de modelagem de negócios, laboratório de soluções de acesso à comercialização e mercados e laboratório de crédito e soluções financeiras.

 

Lista das organizações comunitárias que participaram das atividades em Cuiabá:

• ACORQUIRIM – Associação da Comunidade Negra Rural Quilombo Ribeirão da Mutuca
• ADERJUR – Associação de Desenvolvimento Rural de Juruena
• AJOPAM – Associação Rural Juinense Organizada para Ajuda Mútua
• ALESPANA – Associação Leste Pantaneira de Apicultores
• AMCA – Associação de Mulheres Cantinho da Amazônia
• APOMS – Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul
• AQUIMCA – Associação dos Produtores Rurais Quilombola Mata Cavalo Cabeceira do João Cuiabá
• Associação de Pequeno Produtores de Furnas do Dioniso
• Associação Quilombola Comunidade Negra Rural Jejum Poconé MT
• CEPPEC – Centro de Produção, Pesquisa e Capacitação do Cerrado
• COAIT
• COPRAN – Cooperativa dos Produtores Rurais da Região do Pulador de Anastácio
• Organocoop – Cooperativa dos Produtores Orgânicos da Agricultura Familiar de Campo Grande
• COOPERTERRA – Cooperativa dos trabalhadores rurais da reforma agrária
• Cooperativa Regional Prestação de Serviços Economia Solidária
• COOPERQUER
• COOPSOB – Cooperativa de Seringueiros de Ouro Branco
• Cooperativa Coorimbatá Unidade de Frutas
• Rede de Mulheres Produtoras do Cerrado e Pantanal
• RSX – Associação Rede de Sementes do Xingu

Também participaram das atividades as entidades co-criadoras do Desafio Conexsus de MT, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Compartilhar: