Menu

Consumidor pode ser obrigado a cobrir rombo de R$ 90 bilhões do sistema elétrico

Obras como Angra 3, de passivos das distribuidoras que serão vendidos e repactuação são motivos do rombo

(Por: Matthew Henry/ Via: Unsplash)
Publicado em 26 de setembro de 2018 às 19:40 Compartilhar:

A Abrace (Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia) estima que o rombo do setor elétrico que o próximo governo terá que gerenciar seja da ordem de R$ 90 bilhões. A Abrace pensa que os recursos poderiam vir, por exemplo, de um aumento médio de 50% nas tarifas. Os bilhões vêm de obras como a de conclusão de Angra 3, de passivos das distribuidoras que a Eletrobras quer vender, e da chamada “repactuação” do risco hidrológico decorrente da falta de água e da falta de bom senso de quem reordenou o sistema elétrico há alguns anos. Além disso tudo, há que se pagar a conta de Roraima, gerada pela importação de energia da Venezuela, e pelos geradores movidos à diesel que lá tentam compensar os frequentes apagões, que deve somar mais R$ 2 bilhões a serem rateados por todos nós, e que não entraram na conta da Abrace.

https://www.valor.com.br/brasil/5805187/setor-eletrico-tera-buraco-de-r-90-bi-em-2019
https://www.valor.com.br/brasil/5805191/conta-de-luz-tera-de-arcar-com-mais-r-2-bi

Compartilhar: