Menu

Meio bilhão de dote aos ruralistas foi só o começo

Áreas como ciência e meio ambiente são prejudicadas com congelamento de recursos do Orçamento da União para este ano

1083346-vcampto1107171063
Publicado em 18 de julho de 2017 às 17:44 Compartilhar:

Marcelo Tuffani no seu Direto da Ciência resumiu o esforço de Temer que custou R$15 bilhões em emendas parlamentares de na CCJ, além dos R$ 500 milhões dos nossos impostos que subsidiarão a grilagem na área amputada da Floresta do Jamanxim. Logo no começo de agosto, o plenário da Câmara votará o pedido de abertura de processo contra Temer. Até lá, o rombo no orçamento deve crescer e muito. Enquanto isso, os orçamentos de ministérios foram cortados de tal maneira que está afetando a operação diária de autarquias como o Ibama, Funai, ICMBio. E, se pensar que é o desenvolvimento científico que assegura a economia do futuro, o corte na Ciência e Tecnologia é de fechar as portas para o desenvolvimento do país.

Na cerimonia de assinatura da MP que legaliza a grilagem de terras públicas, Temer cometeu um “Enquanto alguns protestam, a caravana passa”. Levando nossos recursos naturais, nossos impostos, nosso futuro.

Compartilhar: