PMA, IASB, ECOA e MPT realizam expedição em 1.000 km de rio no Pantanal fazendo Educação Ambiental | Ecoa
Menu

PMA, IASB, ECOA e MPT realizam expedição em 1.000 km de rio no Pantanal fazendo Educação Ambiental

Expedição levou atividades de educação ambiental em escolas e aldeias ribeirinhas no Pantanal, além de entregar equipamentos de proteção individual (EPIs)

pma-ecoa-pantanal-mptms-equipamento-de-proteção-individual -EPI-educação-ambiental-3
Publicado em 26 de novembro de 2018 às 20:04 Compartilhar:

Via Jornal Dia a Dia
Por Ascom Polícia Militar Ambiental – PMMS

Campo Grande (MS) – A PMA, o Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (IASB), Ministério Público do Trabalho (MPT), Organização Ecologia e Ação (ECOA), com apoio da Prefeitura Municipal de Ladário, Instituto Acaia Pantanal, Conselhos de Segurança de Corumbá e Ladário e TV Morena realizam expedições de Educação Ambiental e outras ações em escolas e aldeias ribeirinhas no Pantanal.

Há três anos, este trabalho é realizado com vários parceiros em escolas pantaneiras e populações tradicionais, que margeiam o rio Paraguai e alguns afluentes. Esta, iniciada no dia 19 e concluída ontem (23) à tarde, foi a 3ª Expedição de Educação Ambiental e ações sociais no Pantanal, segunda deste ano. Nesta, foram atendidas quatro escolas, em um total de 121 alunos: 46 na Escola Estadual Indígena João Quirino de Carvalho – Toghopanaã, quatro na Escola Municipal Rural de Educação Integral (Polo São Lourenço e Extensões – Extensão Duque de Caxias), 20 na Escola Municipal Rural de Educação Integral (Polo São Lourenço e Extensões), além da Unidade sede Polo São Lourenço e 51 na Escola Municipal Rural de Educação Integral (Polo Paraguai Mirim e Extensões e Extensão Jatobazinho).

Foram realizadas com os alunos, bem como com os adultos das populações tradicionais, diversas atividades com foco na preservação e conservação ambiental. Foram distribuídas unidades da 2ª Edição do Calendário de Educação Ambiental no Pantanal. Materiais didáticos também são repassados aos professores para que deem continuidade aos trabalhos de Educação Ambiental.

Durante a expedição, o Ministério Público do Trabalho e a ONG Ecologia e Ação (ECOA), realizaram ação social com distribuição de cestas natalinas e equipamentos de proteção individual à população ribeirinha. Participou da expedição também, o pesquisador Renner Fernando da Silva Córdova Júnior, que desenvolve pesquisa relativa à influência da espécie Tucunaré na bacia pantaneira.

POSTO DE FISCALIZAÇÃO MÓVEL: A expedição marca a inauguração do Posto de Fiscalização Móvel da Polícia Militar Ambiental, que como visto, servirá também para ações de Educação Ambiental e sociais. Trata-se de embarcação dotada de alojamentos, refeitório, cozinha e uma grande estrutura para apoio a embarcações menores responsáveis pela fiscalização na bacia pantaneira, que já começou a ser utilizada neste período de defeso. A aquisição foi possível graças a doação realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE) de Corumbá.

Galeria de Imagens: PMA/MS

 

Compartilhar: