Menu

Seminário promove debate sobre política social do BNDES

Transparência do BNDES também foi discutida durante evento com representantes da sociedade civil organizada

WhatsApp Image 2018-06-14 at 00.29.50
Publicado em 15 de junho de 2018 às 16:02 Compartilhar:

Seminário reuniu ONGs, representantes de movimentos sociais e funcionários do BNDES

O Seminário BNDES e Sociedade Civil: balanço e perspectivas reuniu, na quarta-feira, 14 de junho, na cidade do Rio de Janeiro, representantes de organizações, movimentos sociais e a Associação de Funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (AFBNDES) para debater a política de transparência do BNDES, seu papel no desenvolvimento econômico do país, os impactos sociais e ambientais em projetos de infraestrutura e a atuação da área social da instituição.

O evento foi realizado pela AFBNDES e o Ibase. Na ocasião, foi proposto que o Fórum de Diálogo BNDES e Sociedade Civil seja retomado, para fortalecimento das políticas socioambientais. Também, durante os debates, foi reforçada a necessidade de haver um monitoramento de impactos sobre os empreendimentos financiados, como as represas construídas para gerar energia, que causam destruições no ambiente e nas vidas que dependem, particularmente, dos rios para sobreviver.

Representantes da sociedade civil organizada que estiveram no seminário também reforçaram a importância do BNDES garantir transparência plena de suas negociações e acesso a informação a toda sociedade.

Ecoa: Agências de financiamento

A Agenda de Infraestrutura e Energia da Ecoa acompanha o trabalho das agências financiadoras por entender que seus investimentos devem seguir parâmetros de proteção ambientais e sociais rígidos como no caso das represas na Bacia do Alto rio Paraguai. Atualmente, é acompanhada pela socióloga Nathália Ziolkowski, que esteve presente no seminário, agregando o assunto na pauta principal.

Confira a nota da AFBNDES sobre a importância do diálogo com os movimentos organizados e sociedade civil.

Compartilhar: