Menu

WWF-Brasil lança vídeos sobre a preservação das águas do Pantanal

São cinco curta-metragens sobre a importância da preservação das águas do Pantanal.

wwf
Publicado em 4 de novembro de 2016 às 12:28 Compartilhar:

Por WWF Brasil

 

O WWF-Brasil lançou cinco vídeos curta-metragens sobre a importância da preservação das águas do Pantanal, mais especificamente da região conhecida como “cabeceiras do Pantanal”. É nessa localidade onde nascem as águas responsáveis pela inundação da maior área alagada do planeta, e pelo abastecimento urbano e rural de mais de 3 milhões de pessoas.

Nos cinco vídeos, pequenos produtores, engenheiros e um pescador falam sobre a importância da água para sua subsistência e para a preservação da qualidade de vida. As personagens mostram ainda o trabalho que vem sendo feito pelo WWF-Brasil por meio do Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal – movimento integrado por 47 entidades para conservar rios e recuperar nascentes degradadas.

“Atualmente, a região das cabeceiras está em alto risco. Desmatamento, contaminação da água, falta de saneamento básico e más práticas agropecuárias ameaçam a qualidade e a quantidade da água nessa região”, diz o coordenador do Programa Cerrado Pantanal do WWF-Brasil, Júlio César Sampaio. “São necessárias ações urgentes de conservação e de recuperação dos recursos hídricos se quisermos ter água no futuro não muito distante. A água dessa localidade é extremamente importante não só para a preservação do meio ambiente e de mais de 4 mil espécies, mas também para o desenvolvimento sustentável”, conclui Sampaio.

Os vídeos podem ser visualizados por meio dos seguintes links:

                Rio Paraguai, minha vida: https://www.youtube.com/watch?v=0ytRDOkkpn4

                Uma segunda chance: https://www.youtube.com/watch?v=6cO2xp2tOww

                Coisas boas surgem onde menos esperamos: https://www.youtube.com/watch?v=H3f65VIFA1g

                Antes que tudo acabe: https://www.youtube.com/watch?v=3KHpj7vZ7UE

                História do Pacto: https://www.youtube.com/watch?v=lNf2_NymFkw

 

O Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal

 

Em 2012, um estudo realizado pelo WWF-Brasil e diversos parceiros identificou que as porções altas dos rios Paraguai, Sepotuba, Jauru e Cabaça, no Mato Grosso, estavam sob alto risco, requerendo ações de preservação e recuperação urgentes.

Desde então, surgiu a necessidade de criar um projeto para conservar os rios e recuperar as nascentes degradadas da região das cabeceiras do Pantanal. O nome Pacto foi escolhido porque representa o compromisso de cada um dos envolvidos. Hoje integram o pacto 47 entidades, entre empresas, ONGs, prefeituras e associações. Cada uma que decide aderir se compromete voluntariamente a implementar em sua localidade pelo menos três ações que preservem e/ou recuperem nascentes e rios.

A área de atuação do Pacto abrange 25 municípios do Mato Grosso: Alto Paraguai, Araputanga, Arenápolis, Barra do Bugres, Cáceres, Curvelândia, Denise, Diamantino, Figueirópolis D´Oeste, Glória D´Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Nortelândia, Nova Marilândia, Nova Olímpia, Porto Esperidião, Porto Estrela, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Santo Afonso, São José dos Quatro Marcos, Salto do Céu e Tangará da Serra.

Saiba mais: https://www.facebook.com/PactoPeloPantanal

Compartilhar: