/

“Meu Pantanal, meu sonho”

1 min de leitura
Virgínia Paz é a nova presidenta da Associação de Mulheres da Área de Preservação Ambiental Baía Negra. Foto: Raquel Alves/Arquivo Ecoa

Falar de conservação é tratar de pessoas. O Pantanal é feito de histórias. É feito de gente. Virgínia Paz é uma das histórias que compõe o local. Uma das mulheres que zelam pela maior planície alagável do mundo. A participação dela e de sua comunidade – que fica na Área de Preservação Ambiental Baía Negra, em Ladário (MS) – é essencial para a conservação do Pantanal 

Virgínia nasceu na APA Baía Negra, se mudou para estudar e há 10 anos retornou para a região. Atualmente é a presidenta da Associação de Mulheres e está envolvida em diversas atividades. Ela é comandante de esquadrão de umas das brigadas comunitárias no Pantanal, atua no plantio de mudas, controle de leucenas e limpeza do lixo.  

Dona Virgínia conta que a APA é seu sonho. Falar sobre a Área de Preservação Ambiental e sobre o Pantanal traz brilho aos seus olhos. Ela é clara em dizer “meu Pantanal”, demonstrando o sentimento de dono. Afinal é sua casa. 

 

Conheça mais sobre a força feminina no Pantanal com o vídeo abaixo.  

Raquel Alves

Estudante de jornalismo e estagiária da Ecoa

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Boletim Sabores: Cumbaru

Material faz parte do Programa “Valorização de Plantas Alimentícias do Cerrado e do Pantanal”, da UFMS

Formigas polinizadoras

A espécie Camponotus crassus é a principal responsável pela fecundação de um tipo de sempre-viva do