//

Ato pela Terra e outros destaques do GT Infra

4 minutos de leitura
Foto: Mídia Ninja

GT-Infra é o Grupo de Trabalho de Infraestrutura, uma ampla rede – que a Ecoa participa –  composta por pesquisadores e organizações não governamentais que debatem e definem estratégias para a área de infraestrutura no Brasil”.

Veja abaixo as notícias publicadas na última newsletter divulgada pelo GT:

Em Ato pela Terra, milhares protestam em Brasília contra retrocessos ambientais

Nesta quarta-feira (9/3), durante o Ato pela Terra, dezenas de artistas — liderados por Caetano Veloso, que falou ao Estadão sobre a iniciativa — entregaram ao Supremo Tribunal Federal (STF) um manifesto contra o “pacote da destruição” do governo federal, como mostrou o Jornal Nacional. As personalidades ressaltaram os impactos que os projetos que desmontam a legislação ambiental podem causar não só para o país e a Amazônia, mas para todo o planeta. Diversos veículos, como a Folha e o The Guardian também repercutiram o protesto dos artistas, que reuniu milhares de pessoas em frente ao Congresso Nacional, em Brasília.

Novos dados afirmam que “tipping point” da Amazônia está chegando

Um estudo publicado esta semana na Nature Climate Change afirma que o ponto de inflexão (ou de não retorno) da maior floresta tropical do planeta está cada vez mais próximo. Segundo os cientistas, depois desse ponto, a Amazônia não conseguirá mais se recuperar, o que trará impactos devastadores não só para a biodiversidade da região, mas para o clima de todo o planeta. A nova análise é baseada em satélites que observam a região há mais de três décadas e mostraram que mais de 75% da floresta intocada já perdeu estabilidade, ou seja, está levando mais tempo para se recuperar das agressões humanas. O assunto virou notícia na mídia internacional, em veículos como The Guardian e New York Times. O climatologista Carlos Nobre, opinou sobre o assunto em entrevista para o Estadão. Ele foi categórico ao afirmar que “para salvar a Amazônia temos que zerar o desmatamento”.

Artigo: Mentiras sinceras nos interessam

Em sua primeira coluna no Um Só Planeta, Gustavo Pinheiro, analisa o estudo, produzido pelo New Climate Institute em parceria com o Carbon Market Watch, que avaliou a transparência e integridade dos compromissos de 25 empresas de atuação global, incluindo as brasileiras Vale e JBS. Para ele, os resultados ainda são baixos e soam como “pequenas poções de ilusão”. Vale ler a crítica completa.

Povos indígenas estão plantando um milhão de árvores na Amazônia

Em meio a tantas notícias preocupantes, um alento. Em parceria direta com comunidades de oito territórios indígenas em Rondônia e Mato Grosso, o Projeto Nossa Floresta Nossa Casa está plantando mais de um milhão de árvores na Amazônia, entre elas espécies de culturas comercializáveis ​​como açaí, castanha-do-brasil e cacau. Veja detalhes aqui.

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que