/

El Niño caminha para o ‘Super El Niño’

1 min de leitura
Imagem: Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA).

-Mais aquecimento das águas do oceano Pacifico Equatorial Central. Quais seriam as consequências?

O site do Metsul trouxe a informação de que o “último boletim semanal do estado do Pacífico da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA), a agência de tempo e clima do governo dos Estados Unidos, indicou que a anomalia de temperatura da superfície do mar era de 1,9ºC na denominada região Niño 3.4, no Pacífico Equatorial Central.”

“A região é a usada oficialmente na meteorologia como referência para definir se há El Niño e ainda avaliar qual a sua intensidade. O valor positivo de 1,8ºC está na faixa de El Niño forte (+1,5ºC a +1,9ºC) e se trata da maior anomalia semanal observada desde o começo deste evento de El Niño.”

Ainda segundo o Metsul se está muito perto de considerar-se um ‘Super El Niño’, apesar de não existir uma regra técnica para tanto. Considera-se um El Niño fraco se as anomalias estão entre +0,5ºC e +0,9ºC no Pacífico Equatorial Centro-Leste, moderado entre +1ºC e +1,4ºC, forte de +1,5º a +2,0ºC e muito forte acima de +2ºC. Aí entra a questão do que é ou não um Super El Niño.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que