//

Satélite identifica fazenda que espalhou fogo no Pantanal

1 min de leitura
Imagem: Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul.

O Núcleo de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (Nugeo) do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS) identificou a origem de um dos grandes incêndios que atingiram o Pantanal em novembro deste ano. 

Segundo o MPMS, o fogo surgiu em uma propriedade rural, a fazenda Santa Edwiges, e consumiu 65,6 mil hectares de vegetação nativa e cerca de 69 imóveis na região da Nhecolândia, localizada no município de Corumbá (MS), com uma parte em Rio Verde de Mato Grosso (MS), entre os rios Negro e Taquari. 

Na vistoria, a Polícia Militar Ambiental concluiu que o local estava abandonado e aplicou uma multa administrativa no valor de R$ 19 milhões, que será encaminhada para o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, onde a proprietária deverá apresentar sua defesa. Além disso, a Promotoria de Corumbá poderá aplicar uma multa civil caso o inquérito identifique crime ambiental por negligência.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que