China lança plano ambicioso para aumentar fontes renováveis no país

1 min de leitura

eolica-china

O setor energético é um dos principais afetados pelo 13º Plano Quinquenal chinês, que acaba de ser aprovado pelo Congresso Nacional do Povo em Pequim. O principal objetivo traçado no documento é a transição para uma economia de baixo carbono, duplicando sua capacidade de energia eólica, triplicando sua capacidade solar e multiplicando em dez vezes o número de veículos elétricos.

O valor investido per capita em energia limpa na China já atinge o mesmo nível registrado na União Europeia. No último ano, o país aportou em energias limpas duas vezes e meia o que a UE investiu, ao mesmo tempo que também diminui a participação de carvão na matriz energética. O novo plano visa reduzir a produção de carvão em 20% ao longo dos próximos três anos, fechando 4.300 minas de carvão e relocando um milhão de trabalhadores.

O movimento é capitaneado por financiamentos dados preferencialmente para empresas verdes. O investimento em Pesquisa e Desenvolvimento também será alto nos próximos anos, com o objetivo de se tornar o país que mais investe no assunto até 2019. Com os programas implementados para fortalecer as empresas nacionais, a China visa atender 20% da sua demanda energética através de fontes limpas até 2030.

Fonte: Petronotícias

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que