////

UFMS realiza oficina com comunidades pantaneiras sobre a valorização de frutos do Cerrado e Pantanal

2 minutos de leitura

Ethieny Por Ethieny Karen (Ecoa – Ecologia e Ação)
Ethieny é estagiária da Ecoa e graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

 
O curso sobre Valorização de Frutos do Cerrado e Pantanal aconteceu na Escola do Paraguai Mirim, localizada a cerca 140 km de Corumbá, em outubro, com o objetivo promover a melhoria da renda da comunidade local, segurança alimentar e a conservação da vegetação nativa do Cerrado e Pantanal.

Capacitação que dá continuidade às ações desenvolvidas pelo Programa de Extensão ‘Valorização de Plantas Alimentícias do Pantanal e Cerrado’, coordenado pela professora Ieda Maria Bortolotto e realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em parceria com a ECOA e com o Centro de Produção, Pesquisa e Capacitação do Cerrado (Ceppec) desde 2006, em comunidades rurais e pantaneiras.

As oficinas realizadas também têm como propósito resgatar o conhecimento sobre os frutos nativos para jovens – produtos da sociobiodiversidade –, já que este conhecimento começou a se perder ao passar das gerações, devido a fatores como a introdução de outros alimentos (industrializados, exóticos, etc.), desinformação sobre seu consumo e o próprio êxodo rural. Além disso, a difusão deste conhecimento potencializa o uso da flora nativa auxiliando também nas iniciativas de conservação.

Na região, são vários os frutos nativos e entre os mais encontrados está a Bocaiúva (Acrocomia aculeata) – que já é uma fonte de renda para as comunidades, que a utilizam para fazer farinha e comercializar – e Jatobá (Hymenaea courbaril), encontrado na parte mais alta da planície. Além destes, o arroz nativo (Oryza latifólia), laranjinha de pacu (Pouteria glomerata), bacuri (Attalea phalerata), marolo (Annona coriácea), mangaba (Hancornia speciosa Gomes).

 

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que