/

Como as abelhas se protegem contra doenças?

1 min de leitura

Com informações da revista Super Interessante.

 

– As abelhas eussociais habitam ninhos superpopulosos que podem ter populações de centenas de indivíduos até mais de 70 mil habitantes. Tudo isso em um só espaço.

– Assim como nós, as abelhas também podem ser infectadas por diversos vírus e bactérias. Elas podem também ser atacadas por parasitas. Existem ácaros que se alojam no sistema respiratório delas e sugam sua hemolinfa (o sangue das abelhas), causando enfraquecimento ou morte.

– Uma das maneiras de transmissão de doenças e parasitas é por contato entre indivíduos – um problema para as abelhas eussociais.

– Como impedir que as ameaças se espalhem?

– As abelhas do mel (Apis mellifera), por exemplo, identificam os enfermos por meio dos odores. Após a detecção, elas comem o indivíduo ou retiram de sua célula no favo e jogam da colônia.

– Entre as espécies sem ferrão, as operárias identificam o indivíduo infectado ou morto e destroem toda a célula de cria que ele estava, deixando um buraco no favo. Essa solução é conhecida como comportamento higiênico.

Leia a matéria completa sobre o comportamento das abelhas frente às doenças aqui.

 

Foto da capa: Natali Mis/Getty Images. Fonte: Super Interessante.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que