///

PREVFOGO/IBAMA e organizações realizam curso para brigadas comunitárias na APA Baía Negra (Pantanal)

5 minutos de leitura
Prevfogo/Ibama junto a organizações não-governamentais como Ecoa e SOS Pantanal, realiza treinamento de brigada comunitária na APA Baía Negra, em 2021. Foto: Frico Guimarães.

Foi realizado na sexta-feira (9), sábado (10) e domingo (12), curso de capacitação de brigadas comunitárias na Área de Proteção Ambiental (APA) Baía Negra (localizada no município de Ladário, Mato Grosso do Sul). Participaram do curso, a APA, o Assentamento 72, o Instituto Homem Pantaneiro e a Brigada Alto Pantanal, na base de estudos da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que está localizada dentro da APA.

Brigaditstas da APA Baía Negra, Assentamento 72 e Brigada Alto Pantanal ralizam curso de capacitação com o PREVFOGO/IBAMA, de 9 a 11 de julho de 2021 na APA. Foto: Frico Guimarães.

O curso foi ministrado pelo Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PREVFOGO), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Foi realizado em uma parceria entre a ONG SOS Pantanal – que doou equipamentos de proteção integral e mobilizou a formação, dentro do programa Brigadas Pantaneiras -, Ecoa, Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Ladário, UFGD e Conselho Gestor da APA Baía Negra. Contou com cerca de 25 brigadistas.

“O curso foi bem proveitoso, passamos tudo o que eles precisam saber para combater os incêndios florestais: segurança e capacitação com os equipamentos. Ensinamos o combate direto, abertura de linha, o que é um asseiro, linha de defesa, ensinamos eles a trabalharem com moto-bombas, bomba costal, sopradores de ar, gorg, que é uma multi-ferramenta.”, disse Bruno Águeda, do PREVFOGO/IBAMA, sediado em Corumbá (Mato Grosso do Sul).

PREVFOGO/IBAMA de Corumbá ministra curso na APA Baía Negra, de 9 a 11 de julho de 2021. Foto: Frico Guimarães.

Maria de Lourdes de Arruda, moradora da APA Baía Negra e participante do curso, contou à Ecoa que “com a nova equipe que formamos a expectativa de combate aos incêndios é grande. Nós temos mais mão-de-obra, mais material para combater o fogo de leve, mas precisaremos de ajuda do bombeiro e PREVFOGO de Corumbá, porque não temos caminhão pipa.”. Ela disse ainda que espera que não haja tanto fogo quanto houve no ano passado: “Não quero fogo, mas se vier nós estamos aqui para combatê-lo.”.

Maria de Lourdes participa de curso oferecido pelo PREVFOGO/IBAMA na APA Baía Negra, de 9 a 11 de julho de 2021. Foto: Frico Guimarães.

A história das brigadas comunitárias voluntárias na APA Baía Negra começa com a Ecoa, em 2019, quando, por meio do projeto ECCOS – Ecorregiões, Conectadas, Conservadas, Sustentáveis – (2018-2021), e em parceria com o PREVFOGO/IBAMA, realizou em 2019, o primeiro curso de formação de brigadas comunitárias na APA. A iniciativa teve como objetivo capacitar, apoiar e implementar boas práticas de manejo do fogo em comunidades campesinas e indígenas do Pantanal e Cerrado. A brigada comunitária recebeu equipamentos de combate a incêndios e também é apoiada no monitoramento da região.

Em 2020, as brigadas tiveram apoio da WWF na formação da brigada do assentamento 72 que hoje é uma referência para a região dentro de uma unidade de conservação.

A ação de combate a incêndios torna-se essencial após os grandes incêndios do bioma em 2019 e 2020. O combate ao fogo é uma importante estratégia de intervenção para combater a degradação ambiental, processos de desertificação e manter os recursos hídricos e mananciais. Na APA Baía Negra, o projeto ECCOS foi fundamental para captação de novos recursos para restaurar a maior parte dos 41% da área queimada nos próximos dois anos.

 

Foto de capa: Frico Guimarães.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Mais recente de Blog

Pantanal

O Pantanal é reconhecidamente uma parte do Planeta com características especiais e particulares, características essas que